domingo, 16 de outubro de 2011

Funcionamento de uma creche

Gif escolar

1. Introdução
Um trabalho de implantação e de acompanhamento de  Creches comunitárias nos bairros carentes. Esse trabalho desenvolveu-se em parceria com Associações Comunitárias locais. Ele atingiu uma
quinzena de estruturas.
Durante todo o período, essas creches beneficiaram de um apoio técnico, financeiro e pedagógico. Procuramos envolver desde o inicio os pais, as mães e as associações do bairro para garantir, não somente a qualidade presente mas também a continuidade. Esse manual foi realizado com o objetivo é de transmitir as experiências adquiridas durante os anos de trabalho em comum. Esperamos que ela apoie numerosas futuras equipes de creches e também muitas crianças a ser acolhidas com o máximo de respeito e de escuta.

2. Objetivo do trabalho
•  Permitir as mães (muitas vezes vivendo sem marido) melhorar as suas rendas trabalhando
no exterior.
•  Oferecer as crianças, e num período crucial do seu desenvolvimento, um acolhimento adequado permitindo conseguir a sua primeira socialização e responder de forma mais adequada possível as suas necessidades fundamentais : necessidade de segurança, necessidades afetivas, emocionais, motores, necessidade de higiene e de saúde...
•  Responsabilizar os pais perante a educação de seus filhos
•  Um objetivo que apareceu depois : melhorar a qualificação dos profissionais da infância a
nível local. Quando ele é de qualidade, esse acolhimento precoce permite na realidade um
verdadeiro trabalho de prevenção a Violência e Marginalização.

3. Metodologia
# A Creche é antes de tudo comunitária, criada a partir duma vontade local dos bairros de
responder a uma necessidade exprimida localmente pelos pais.
#A emergência desse pedido demora de vez em quanto (6 meses, 1 ano...) esse tempo é
necessário para a apropriação inicial.
                                                      
     Com a animação duma pedagoga da ONG, os pais " pedi dores " se reuniam uma vez por
semana para refletir sobre o projeto Creche : modo de funcionamento, legalização, relação – ou não – com a associação do bairro, regulamento, lugar, possibilidades de apoios financeiros ou outros... todos os aspectos são analisados para depois  traçar um plano de ação.
     O local escolhido é definido depois. Muitas possibilidades são possíveis em função dos
meios disponíveis : cada espaço alugado ou cedido e ampliado, construção etc.. O local privilegia uma boa  luminosidade e  ventilação. As crianças serão
repartidas nas salas em função da sua idade : pequenos, médios e grandes. ! A associação do bairro, apoiada pela ONG  procede depois ao recrutamento á formação da pequena equipe que é definida como segue, para uma creche de  crianças por exemplo :

•  1 Coordenadora
•  Monitoras
•  2 para 15 “pequenos” (1 a 2 anos), 
•  2 para 30 “médios” (2 - 4 anos)
•  1 para 25 “grandes” ( 4 - 7 anos)
•  1 cozinheira
•  1 pessoa para a limpeza (apoiada pelas mães voluntárias de forma rotativa)
•  1 vigia a noite se necessário.

#O acolhimento das crianças inicia. Ele se dá de forma progressiva por grupo duma
dezena de crianças.
#Toda equipe (inclusive cozinheira e pessoal de limpeza) se reúne uma vez por
semana para fazer o ponto da situação. 
#Cada monitora participa  num grupo de estudo mensal onde são definidas as
prioridades pedagógicas do mês (conforme o plano anual traçado pela pedagoga e fornecido
no anexo 11). 
#Anualmente, é realizado um encontro festivo reunindo todas as equipes (incluindo
pessoal de apoio) de creche em volta de um tema específico (Importância do jogo, fases do
desenvolvimento infantil etc.).
# Uma reunião de pais é organizada uma vez por mês. No início, essa reunião aborda
quase sempre o funcionamento da creche depois ela permite convidar intervenientes
exteriores para abordar diferentes assuntos  relativos à educação (respeito, agressividade,
carinho...).
#Cada dois meses, a monitora apoiada pela pedagoga preenche  a ficha de evolução
individual de cada criança.
#Quando a criança atinge a idade de escolaridade e com apoio dos pais, o contacto é feito
com a escola primaria para garantir a sua inscrição.
Festividades reuniam crianças, equipe, associação e pais durante o ano seguindo o ritmo
local (festa das mães, carnaval, etc..)
4. A equipe da Creche  : Papel e responsabilidades
A equipe da creche é constituída por uma coordenadora, monitoras de crianças, por uma
cozinheira e por uma pessoa para a limpeza apoiada por mães voluntárias. 
Todas as pessoas trabalhando na creche são originarias do bairro (ver ficha inscrição anexo
3).  A razão de ser do seu trabalho é a criança, é portanto indispensável que elas
apresentem desde o inicio um bom grau de afinidade com a infância e com a filosofia do
projeto (prazo limitado, voluntariado, etc..) Tudo é feito para que elas se sintam
verdadeiramente ao serviço das crianças e dos pais.

Observações
•  Nos bairros carentes, todo mundo está pronto a fazer seja o que for. No entanto,
aceitar a primeira pessoa para assumir esse  trabalho junto as crianças levantará
mais tarde dificuldades, tanto para as crianças que sofrerão da presença duma
pessoa pouco disposta assim como para a coordenadora que deverá a prazo separar se de um profissional mais susceptível a receber do que a oferecer e pouco apto a aproveitar das formações pedagógicas.

a) Papel e responsabilidades do (da) Coordenador (a)
A coordenadora tem um papel essencial na creche. Ela é a referente tanto para os
pais assim como para as crianças e os serviços públicos. Além duma boa
organização e das capacidades em relações humanas, ela deve apresentar um bom
grau de afinidade com as crianças.
" A metodologia é semelhante a metodologia utilizada para  o monitoramento (ver mais
abaixo). Só a formação será diferente e em acordo com o posto proposto. O ideal para esse
posto de responsabilidade é que uma coordenadora de outra creche funcionando com
qualidade se encarregue de formar a pessoa substituta. 
Responsabilidades
•  Estabelecer contactos harmoniosos com as famílias beneficiarias
•  Acolher e cuidar da permanência da criança no seio da creche
•  Assegurar e promover boas relações no seio da equipe
•  Favorecer um ambiente agradável e estimulante para a criança e a equipe
•  Assegurar a boa gestão dos recursos humanas e materiais
•  Cuidar da elaboração do regulamento interno e a sua divulgação 
•  Realizar contactos exteriores, conseguir recursos financeiros e favorecer a autonomia futura
•  Manter boas relações entre a Creche e a Comunidade em geral.

b) Papel e responsabilidade do (da) Monitor (a)
A função de monitora é essencial no seio da creche. É ela que passa mais tempo com a
criança. Ela deve estimular o bem estar e a autonomia da criança no respeito da sua
pessoa e da sua historia. Seria bom que ela estivesse alegre e que gostasse de brincar !
Responsabilidades
A monitora é responsável do acompanhamento e da animação de um pequeno grupo
de crianças : 
•  5 a 7 crianças se trata-se de pequenos ( 1- 2 anos 1/2)
•  10 crianças de 3 - 4 anos 
•  15 crianças de 5 - 7 anos

# Acolher todas as crianças de forma positiva
# Conhecê-las e chama-las pelo seu nome desde o inicio
# Ter a preocupação de formar-se, participar nas formações e realizar as atividades previstas 
# Cuidar do bem estar físico e mental das crianças
# Ser lúdico e criativo
# Integrar-se positivamente no seio da equipe 
# Comportar-se de forma igualitária com todas as crianças 
# Perceber a evolução emocional, social e cognitiva da criança
# Participar ativamente nos eventos da creche
# Manter boas relações com os pais
# Respeitar o regulamento interno da creche e promover um trabalho de qualidade.

c) Papel e responsabilidades da Cozinheira
Como todos os outros membros do pessoal, a cozinheira tem um papel essencial. Para além do seu trabalho, ela deve ter um comportamento aberto com todas as crianças, conhecê-las o máximo possível pelo seu nome e não hesitar falar com elas e partilhar sua experiência.
Responsabilidades
•  Manter a higiene e a boa utilização dos alimentos
•  Integrar-se bem no seio da equipe
•  Ser criativa na preparação das refeições, ensinar as crianças os diferentes sabores
•  Participar ativamente nos eventos da creche
•  Participar nas formações
•  Manter boas relações com as mães
•  Manter boas relações com as crianças
•  Respeitar os horários das refeições.

d) Papel e responsabilidades do (da) agente de limpeza
O agente de limpeza é muita vezes uma mãe, de vez em quando a creche funciona com rotatividade de voluntárias. Essa pessoa é importante para as crianças. Ela é convidada à formação anual agrupando todos os profissionais de creches. Ela gostará de falar para as crianças e fazer intercâmbios com elas sobre o seu trabalho
Responsabilidades
•  Assegurar um ambiente limpo e são
•  Participar em todos os eventos da creche
•  Manter boas relações com as mães e com a equipe
•  Assegurar a boa utilização dos produtos de limpeza, cuidar da segurança das crianças.

5. O Regulamento interno da creche
O Regulamento interno é a base duma boa organização. Esse é elaborado de forma conjunta com os pais e a equipa da Creche, as vezes mesmo antes da construção e do inicio do trabalho. Ela vai permitir a cada um (Equipe, pais) tomar consciência do papel que ela deverá jogar, e estimular um trabalho de qualidade. Ele só tem valor se for conhecido e aplicado por todos.
Principais Aspectos : 
" Direitos e Deveres dos Pais
" Direitos e Deveres da Equipe
" Direitos das Crianças
" Funcionamento :  Horários
Condições de acolhimento (progressivo, respeitando o tempo necessário a uma socialização perfeita)
 Dias de funcionamento 
 Critérios de ingresso na creche (idade, livro de vacinação em dia etc.)
 Participação da família
 Trabalho da mulher

6. Funcionamento 
Em geral, a creche acolhe as crianças todos os dias das 8 horas às 17 horas.


6.1 A inscrição
A inscrição é um momento “chave” do trabalho da creche. Ela permite trocar com os pais sobre as condições de vida em casa e a personalidade da criança. Essas informações serão depois transmitidas às monitoras. A coordenadora informa os pais das normas da creche : horários, participação financeira e / ou permanência, reuniões, necessidade de trabalhar.
Nessa ocasião, a ficha de inscrição é preenchida.
É importante incitar os pais a vir visitar várias vezes a creche com sua criança em diferentes momentos do dia. É bom que a criança seja apresentada, a pessoa que cuida dela (monitora).
Incitar os pais a falar com a criança do seu próximo ingresso na creche, da razão dessa escolha (trabalho da mãe). Durante a visita falar diretamente para a criança para lhe apresentar as pessoas e os locais. A criança poderá trazer para a creche um objeto dito “de
transição”  (brinquedo, pano, etc..)
Documentos necessários para a inscrição
" Certidão de nascimento da criança
" Caderno de vacinação (ocasião de coloca-lo em dia)


6.2 Frequência
A frequência regular das crianças é procurada desde o inicio e facilita a sua integração no grupo e também as novas aquisições (autonomia, etc..)
As ausências tornam de fato difícil a evolução e os benefícios do trabalho pedagógico realizado. Elas afastam também do objetivo principal que é de permitir a mãe aumentar as suas rendas trabalhando regularmente no exterior.
 
Cada monitora põe quotidianamente em dia um caderno de frequência para sua sala. É um material de avaliação para a equipa. Um grande número de ausências aponta muitas vezes certas dificuldades inerentes à equipe ou outra. Em caso de ausência, as visitas domiciliares realizadas pela coordenadora ou a monitora permitem limitar e entender melhor as causas.  Com o quadro de frequência (anexo 8), é fácil avaliar mensalmente o grau de assiduidade e tomar medidas em caso de falta.

6.3 Planejamento de atividades 
Durante as formações mensais no exterior, cada monitora é formada para elaborar e acompanhar um planejamento mensal de atividades que se inscreve ele mesmo num passo anual .


A Coordenadora
O Planejamento de atividades da Coordenadora tem como objetivo organizar melhor o seu
tempo e as suas tarefas que serão repartidas em interno e externo. 

As monitoras
É importante que a coordenação tenha conhecimento do planejamento pedagógico(Sugestões pedagógicas em anexo 12)  das monitoras, dessa forma, ela pode estimular a sua aplicação a mais criativa possível.
•  Esse planejamento pedagógico, realizado durante as formações mensais que juntam as monitoras de todas as creches, é o da creche e das crianças. Tem de estar disponível na sala para uma utilização quotidiana e à disposição de qualquer pessoa que deseja dar uma vista !
•  O planejamento pedagógico é realizado cada mês com a colaboração da ONG parceira. A participação das monitoras a essas formações é essencial porque esse material orienta todo o trabalho do mês com as crianças.

7. Gestão da creche
7.1 Documentação mensal /
Mensalmente, a associação da creche fornece
" O quadro de frequência, ausências, entradas e saídas das crianças e da equipe
" Cada 2 meses (seguindo o calendário escolar), a ficha de avaliação pedagógica individual
de cada criança (ver anexo)
" Uma cópia do livro caixa em dia (despesas / receitas)

" Uma pequena apreciação (½ pagina) das ações realizadas durante o mês (reuniões, contactos, festividades, visitas, saídas, etc.)
•  Esse relatório tem como objetivo analisar mensalmente o trabalho realizado na creche. É
portanto importante que ele seja transmitido regularmente à ONG parceira da creche.
•  Esse material permite verificar a evolução do trabalho em função dos objetivos previstos
(por exemplo, uma rotação rápida de pessoal ou uma frequência em baixa são quase
sempre sinais de dificuldades.

7.2 Organização administrativa geral
Uma boa organização administrativa permite visualizar melhor o grau de estruturação e a qualidade do trabalho realizado. É um ponto que é importante não esquecer!!!
A documentação geral existente na creche é a seguinte : 
•  Dossiê individual de cada membro da equipe, incluindo as entrevistas de seleção etc.
•  Dossiê de inscrição das crianças de cada sala
•  Dossiê de prestação de conta com cada entidade parceira (ONG, serviços municipais ou do
estado etc.)
•  Dossiê contendo relatórios mensais
•  Dossiê contendo fichas de avaliação pedagógica das crianças
•  Dossiê contendo correspondências enviadas.

DEVERES DOS PAIS
ARTIGO 1 : Os Deveres dos Pais são os seguintes : 
 a) Respeitar os horários de funcionamento da creche
 b) Participar nas reuniões mensais de pais e nas reuniões "extraordinárias" As reuniões serão realizadas às ______ Horas.
c) Em caso de ausência ou desistência da criança, a família tem que informar a creche rapidamente.
d) A mãe engaja-se a assegurar uma permanência para apoiar à limpeza e a manutenção da creche. Em caso de impossibilidade, ela engaja-se a pagar uma pessoa para fazê-lo no seu lugar.
e) Os pais são convidados a trazer sua criança limpa todas as manhãs.

DIREITOS DOS PAIS
ARTIGO 1 : Os Direitos dos Pais são os seguintes : 
 a) Ser acolhido e informado do funcionamento da creche
 b) Ser informado da evolução da sua criança dentro da creche
c) Participar em todas as festividades previstas e organizadas durante o ano.


FUNCIONAMENTO
ARTIGO 1 : A creche funcionará de Segunda Feira à Sexta Feira das 8 h 00 às 17 h 00.
1° PARÁGRAFO : Um atraso de 30 minutos será autorizado para o horário da Manhã
ARTIGO 2 : A creche acolherá as crianças em função dos recursos disponíveis
ARTIGO 3 : A creche não poderá atender as crianças sofrendo de doenças contagiosas.
ARTIGO 4 : A creche não será responsável do que poderá acontecer as crianças depois do encerramento
das portas (17h 00).
ARTIGO  5 : A presença de pessoas exteriores ou de crianças não inscritas na creche não poderá ser
tolerada.
ARTIGO  6 : Os horários de funcionamento deverão ser respeitados pela equipe no quadro das suas
funções respectivas.
ARTIGO  7 : Se um dos membros estiver doente, deverá comunicar a sua ausência à equipe que deverá
proceder a uma repartição de suas tarefas.
ARTIGO 8 : A equipe se reunirá semanalmente para fazer o ponto, e excepcionalmente se necessário.
ARTIGO 9 : A equipe deverá cuidar dos bens materiais pertencendo a creche.
ARTIGO 10 : A equipe participará nas reuniões de pais realizadas mensalmente.



COMPETÊNCIA DA EQUIPE
ARTIGO 1 : O coordenador(a) engaja-se a :
a)  Dar conta do funcionamento da creche aos organismos financiadores também à Directoria
da Associação
b) Supervisar todos os trabalhados relativos à creche.
c) Visitar, se necessário as famílias beneficiarias.
d) Conhecer bem as famílias beneficiárias.
e) Com o Presidente da Associação, tomar conta às entidades parceiras para esse trabalho. 
f) Encarregar-se do aprovisionamento material e alimentar da creche. Alistar e cuidar do
aprovisionamento em função das necessidades para cada sector (alimentos, material
didático...).
g) Encarregar-se das convocações às reuniões previstas pela creche.
h) Proceder aos recrutamentos e substituir o pessoal que sai.
ARTIGO 2 : As monitoras e os Professores engajam-se a  : 
a) Cumprir com precisão as suas tarefas respectivas de acordo com o planejamento mensal.
b) Com o coordenador(a), alistar o material didático necessário.
c) Participar na elaboração do planejamento mensal que será depois transmitido ao (a)
coordenador(a).
d) Acolher seu grupo de crianças respeitando os horários. Ser responsável dos efeitos pessoais
das crianças e do material de sala.
e) Estar presente durante as atividades realizadas com as crianças. Não deixar uma criança
sozinha.
f) O professor, assim como o (a) coordenador(a) devem velar para que as crianças sejam
inscritas na escola publica ao sair da creche.
ARTIGO 3 : A cozinheira engaja-se a :  
a) Respeitar o lista onde é prevista também a hora do almoço.
b) Cuidar da boa higiene na cozinha.
c) Estabelecer com o coordenador(a) a lista dos alimentos a comprar.
d) Economizar a comida.
e) Variar as refeições.
f) Estar ao corrente do numero de crianças presentes nesse dia antes de preparar as refeições.
ARTIGO 4 : Os agentes de manutenção devem : 
a) Manter a creche limpa.
b) Fazer uma limpeza geral semanal.
c) Velar para que os filtros estejam limpos e cheios.
d) Apoiar à cozinha ou nas salas quando for necessário.
e) Cuidar das camas, colchões, e que os calções das crianças estejam limpos.
ARTIGO 5 : O vigio da creche deve : 
a) Vigiar as instalações de noite.
b) Realizar seu trabalho de maneira rigorosa.
c) Colaborar, quando for necessário

Gif escolar

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário